sábado, 5 de agosto de 2017

SOBRE O BLOG: Nosso Patreon está aberto!



É com bastante empolgação que informo que a nossa conta do Patreon está oficialmente aberta!

Você pode acessá-la clicando aqui.

Se ainda houver dúvidas referentes ao que isso vai fazer no blog, você pode ver os detalhes clicando aqui.

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Detonando! The Legend of Zelda: Oracle of Seasons - A flor da primavera

Olá, caríssimos!
Na última parte deste guia, recuperamos a terceira essência de Holodrum! Hoje, nós vamos nos mover um pouquinho mais, e encontrar o caminho para o próximo calabouço! Você está pronto? Não? Que pena! Vamos nos mexer quer queira você ou não! HA!

OK, assim que você estiver saindo do calabouço, é provável que perceba a Maku Tree aparecendo e fazendo outro daqueles monólogos que só ela (e a Kaepora Gaebora). Uma das coisas que ela vai mencionar é uma tal "Sunken City", e é para lá que você deve ir agora.

O CAMINHO PARA SUNKEN CITY



Antes de prosseguirmos, acho que seria bom aproveitarmos nossas novas habilidades para adquirir um anel. O que você quer fazer primeiro é usar o tronco próximo à entrada do último calabouço para mudar a estação de outono para verão. Feito isso, vá pelo caminho que você tomou para chegar nessa região pra começo de conversa. Você deverá achar a seguinte tela:


Estando no verão, suba as vinhas e use a sua pá para cavar bem abaixo daquela placa (mais ou menos na posição que o Link está na figura). Isso vai desenterrar um maravilhoso anel, que você poderá aproveitar e pegar para si.

Pois bem, saia do pântano e siga de volta para as partes menos... inundadas de Holodrum. No caminho, os jogadores que optaram por Moosh ou Dimitri devem parar na casa daquela senhora que estava com calor, de forma que possam trocar suas Ghastly Dolls por Iron Pots. NÃO se esqueçam de fazer isso!

terça-feira, 1 de agosto de 2017

SOBRE O BLOG: O Hyrule Map vai fazer um Patreon!

Olá, pessoal! Tudo bem com vocês?
Espero que esse mês de férias tenha sido bem relaxante e divertido pra maioria de vocês.

Bem, eu gostaria de começar essa postagem com um pedido de desculpas.  Desculpas pela imensa demora que venho tendo em criar conteúdo novo, e relevante, para o blog.

No entanto, estou aqui para falar um pouco sobre como pretendo gerenciar o blog daqui pra frente.  Antes de mais nada, vou só esclarecer que, não, não pretendo levar o blog em nenhuma direção completamente louca ou diferente daquela que viemos fazendo nos últimos oito anos. Pelo contrário, o que eu quero fazer é voltar um pouco às origens, em termos de produção e de criatividade. Os leitores veteranos, por exemplo, ou até mesmo os mais curiosos, certamente se lembram da época, agora bem distante, em que fazíamos mapas de alguns dos jogos, sendo o Link's Awakening o jogo que mais recebeu mapas nossos. Outros devem lembrar de colunas de discussão, enquetes, os nossos guias em vídeo, e, é claro, os nossos guias, que certamente chamaram muita atenção durante algum tempo.
Foi pensando em tudo isso que eu resolvi que queria dar ao blog essa energia que, há muito, está pendente.

Passei o último mês, praticamente, refletindo sobre como poderia trazer isso tudo de volta, mas em um escopo consideravelmente mais interessante. Ideias de como deixar alguns guias mais interessantes, como montar novos conteúdos, e tudo mais. Eu pensei muito sobre isso e, após deliberar, e hesitar, infinitamente, acabei chegando a uma conclusão.
Para manter o Hyrule Map atualizado, com atualizações mais frequentes e mais empolgantes, para garantir que essas novidades cheguem a todos os que nos acompanham pelas redes sociais no momento em que são postadas, e para aumentar o nosso repertório, acabei percebendo que seriam necessários recursos financeiros.

Como conseguir tais recursos, eu ouço você perguntar. Bom... Admito que pensei muito sobre isso e, analisando as alternativas que se apresentaram para mim, acabei concluindo que uma conta no Patreon seria a melhor opção a se seguir.

Para quem não sabe, o Patreon é uma plataforma muito utilizada por artistas e criadores de conteúdo em geral (músicos, pintores, escritores de quadrinhos, youtubers, por aí vai), na qual eles recebem doações monetárias de seus seguidores e fãs para que possam continuar seus trabalhos.
De um lado, o artista e criador de conteúdo consegue seguir trabalhando de seu jeito, de maneira independente, enquanto que os voluntários que fazem as doações podem receber compensações de várias formas, como receber os conteúdos criados antes de todo mundo, conteúdo exclusivo, até, além de outros tipos de prêmios (tudo dentro dos limites daquilo que o artista/criador de conteúdo é capaz de fazer, e que está disposto a fazer).

domingo, 30 de julho de 2017

Boneco Nendoroid dos Guardiões é anunciado

A Good Smile Company revelou nesse fim de semana que está trabalhando em um boneco Nendoroid baseado nos temidos Guardiões de Breath of the Wild. Ainda não há nenhuma data de lançamento prevista, mas, o protótipo já foi apresentado. Você pode conferir duas fotos dele a seguir.



Os bonecos Nendoroid, pra quem não sabe, são colecionáveis/brinquedos populares por sua aproximação "chibi" a diferentes personagens de ficção, os próprios Link e Zelda já tendo recebido várias versões durante os anos, e seu caráter excelente para diferentes poses e fotos.

Fonte

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Próximo Zelda poderá usar tecnologia de Vibração HD, diz Aonuma

Apesar de ser um sistema com poucas novidades gritantes, como os controles de movimento do Wii, ou a tela do Gamepad do Wii U, o Nintendo Switch possui características bem interessantes, sua portabilidade e a "Vibração HD".

Exemplificação da Vibração HD, no evento que apresentou o Switch em janeiro de 2017.





Dessas características, a ideia da Vibração HD, ou HD Rumble, é algo que chamou a atenção de Eiji Aonuma, atual produtor da série Zelda, e que ele gostaria de implementar em um novo jogo da série para o Switch. Em sua entrevista ao site GameReactor, Aonuma comenta sobre a decisão de manter as duas versões de Breath of the Wild virtualmente idênticas, além de aproveitar para afirmar que ainda não tem nenhum plano concreto para um novo jogo, visto que ele está trabalhando ainda no DLC vindouro de Breath of the Wild.

Confira as palavras dele depois da quebra.

sábado, 8 de julho de 2017

Aonuma fala sobre feedback e fan service

Dependendo da forma como é implementado, interpretado, ou os dois, fan service pode ser algo muito, muito bom, ou muito, muito forçado.


Em entrevista ao site GameReactor, Eiji Aonuma, o atual produtor da série Zelda, comentou sobre como sua equipe vem ouvindo ao feedback recebido por Breath of the Wild, e também falou quanto a sua posição em relação a fan services, destacando que excesso do último pode fazer um jogo completamente sem gosto. Veja o que ele tinha a dizer abaixo:

"[Recebemos o feedback] De maneira excelente, é claro. Mas, eu percebo que durante esses quatro meses eu não parei de trabalhar no DLC, então nos mantivemos ocupados e nunca sentimos que nosso trabalho estava terminado e que era hora de analisarmos. Uma coisa é certa: pelos últimos quatro meses, nos focamos nos sentimentos do jogador, analisando seu feedback e possivelmente mudando pelo DLC o que eles não gostaram. Dito isso, nós ainda estamos cautelosos com fan-service, porque fan-service demais pode fazer o jogo ficar sem graça. O que eu gostei durante esses quatro meses foi ver os jogadores e as formas, às vezes únicas e inesperadas, de eles jogarem nosso jogo. Porque, na verdade, nós criamos um jogo dizendo que eles iriam jogar como nós queríamos, ou pelo menos eles sabiam como eles iriam jogar. Mas quando você vê no YouTube como algumas pessoas usaram o conteúdo que nós criamos, ficamos extremamente surpresos. Nós não esperávamos aquele tipo de uso."

Breath of the Wild está disponível tanto para o Wii U quanto para o Nintendo Switch. O jogo recebeu, recentemente, seu primeiro DLC, e mais conteúdo extra será lançado até o final do ano.

Fonte

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Nintendo anuncia livro de artes para Breath of the Wild; Hyrule Encyclopedia será lançado no ocidente

Aproveitando a onda que nos revelou detalhes do segundo DLC de Breath of the Wild, a Nintendo europeia também anunciou um novo livro de artes para Breath of the Wild, aparentemente intitulado Master Arts. O tweet abaixo mostra alguns detalhes do livro (em japonês).




Somado a isso, também houve a confirmação de que Hyrule Encyclopedia, o segundo livro comemorativo dos 30 anos de Zelda, depois de Art & Artifacts, será localizado para o Ocidente, embora nenhuma referência tenha sido feita a data de lançamento.

Fonte

Breath of the Wild - Novos detalhes sobre segundo DLC


Além do DLC já disponível, desde o dia 30 de junho, Breath of the Wild receberá mais conteúdo extra no final do ano, em uma data ainda não especificada.

Apesar de não sabermos quando, exatamente, ele será lançado, a Nintendo europeia revelou detalhes muito interessantes quanto ao que podemos esperar. Existem alguns spoilers do jogo, além de um pequeno clipe mostrando o que poderá ocorrer, então deixarei tudo separado depois da quebra. Leia por sua conta e risco.


sexta-feira, 30 de junho de 2017

Breath of the Wild - Novo DLC já está disponível


Após uma relativamente longa espera, o novo DLC de Breath of the Wild já está disponível! Nesse primeiro pacote, estão inclusos um modo mais difícil, uma série de desafios e novas roupas, incluindo uma máscara que facilitará a busca pelas centenas de Koroks espalhados pelo mundo.



Vale lembrar que donos de Wii U precisarão liberar um espaço de 3,7 GB para adquirir o conteúdo extra, enquanto que donos de Switch precisarão liberar pouco menos de 500 MB.

Um outro DLC está programado para sair no final deste ano, e contará com uma nova história.

Ambos os pacotes devem ser comprados em conjunto, por um preço de US$19,99.

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Breath of the Wild - Tamanho do DLC do jogo é revelado


O lançamento do primeiro DLC para Breath of the Wild está a apenas alguns dias de seu lançamento.
Então, não há momento mais oportuno do que este para revelar quanto de espaço extra cada DLC vai requisitar. Vale dizer que os tamanhos para a versão do Wii U e para a versão do Switch são notavelmente diferentes. BEM diferentes. Tipo, diferença de alguns GIGAS diferente.

Donos da versão de Switch só precisarão se preocupar em baixar 456 MB de dados.
Donos da versão de Wii U precisarão baixar 3,7 GB de dados...!

Especula-se que a razão para isso é que o Switch tem a capacidade de lidar com arquivos incrivelmente compactados com mais facilidade do que seu irmão mais velho.

Vale lembrar que o primeiro DLC, que lançará no dia 30 de Junho, vai contar com um modo mais difícil, uma série de desafios e várias roupas novas que referenciam jogos anteriores da série.

Você pretende baixar o DLC?

Fonte

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Nintendo anuncia o SNES Classic Edition

Em mais um anúncio completamente inesperado (inesperado mesmo!), a Nintendo anunciou o SNES Classic Edition, uma versão miniatura do console clássico, contendo uma lista de 21 jogos. Como você está vendo isso neste blog, é óbvio que um dos jogos é o muito amado A Link to the Past.

O que chama atenção mesmo, no entanto, é a inclusão de um jogo que nunca foi lançado oficialmente: o Star Fox 2! Você pode checar imagens do aparelho, junto da lista de jogos dele, depois da quebra.

terça-feira, 13 de junho de 2017

Breath of the Wild: Novo trailer apresenta DLC's do jogo

Já faz um tempo que sabemos que Breath of the Wild vai receber DLC. Nós também já sabíamos o que seria lançado por cima. Mas, agora, há um trailer inteiro mostrando as coisas maravilhosas que o jogo vai receber. Você pode conferi-lo abaixo:



O trailer também revela a data de lançamento do primeiro pacote de DLC, que será no dia 30 de junho.
Você pode comprar a expansão inteira por US$19,99, tanto para o Wii U quanto para o Switch!

O jogo também vai ganhar mais amiibo, na forma dos campeões Mipha, Revali,Urbosa e Daruk! Você pode vê-los abaixo, junto das imagens acompanhando cada novo pacote de DLC.











Fonte: Twitter

P.S.: Também foi descoberto que o modo difícil do jogo terá seu próprio save, não atrapalhando o save já disponível.